Brasil busca superar problemas em jogo com a Alemanha e chegar à final

Jogo no Mineirão promente muitas emoções, a Seleção Brasileira não terá Thiago Silva e Neymar

SELECAO

Seleção brasileira disputa a semifinal da Copa com a Alemanha no MineirãoMarcello Casal Jr/Agência Brasil

Marcelo Brandão

A seleção brasileira busca hoje (8), em jogo contra a Alemanha, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, voltar a uma final de Copa, o que não ocorre desde 2002. Nesse ano, o Brasil foi campeão em cima da Alemanha. 

O time brasileiro terá que superar a ausência de Neymar, que sofreu uma lesão nas costas no último jogo e está fora da Copa. Também terá que superar o desfalque do capitão Thiago Silva, que recebeu o segundo cartão amarelo no torneio e cumpre suspensão.

DUVIDAS - Superar a ausência do astro do time pode ser o grande desafio do técnico Felipão na preparação para o jogo. Ele faz mistério sobre o substituto de Neymar. Uma opção é a volta de Luiz Gustavo. O volante voltaria após cumprir suspensão contra a Colômbia, e Paulinho, seu substituto no jogo, continuaria entre os titulares para deixar o meio-campo brasileiro mais combativo. A outra possibilidade é a entrada de Willian no lugar de Neymar, mantendo as características atuais do time. O técnico precisa optar entre reforçar o meio-campo para medir forças com os alemães, fortes nesse setor, ou manter o time veloz no ataque contra a lenta defesa adversária.

Na defesa, as dúvidas são menores. O zagueiro Dante é nome praticamente certo para substituir Thiago Silva. Dante é jogador do principal time da Alemanha, o Bayern de Munique, e tem como companheiros de clube nada menos do que sete jogadores da seleção alemã.

A Alemanha vem de uma vitória simples contra a França. O jogo não foi bonito, mas a vaga veio de forma incontestável. O técnico Joachim Löw tem à disposição seus principais jogadores. Os meias Schweinsteiger, Özil e Kroos são os principais articuladores no meio-campo e costumam dominar esse setor nas partidas. No ataque, Thomas Müller e André Schürrle podem ser titulares e dar muito trabalho à defesa brasileira.

No último encontro entre as duas seleções, um amistoso em agosto de 2011, a Alemanha venceu por 3 a 2. A partida foi na Alemanha e contou com gols de Schweinsteiger, Götze e Schürrle para a Alemanha e Alexandre Pato e Robinho para o Brasil.

Em copas do Mundo, houve apenas um confronto, com vitória na final de 2002. À época, o astro alemão era o goleiro Oliver Kahn, que foi eleito o melhor jogador da Copa, mesmo após falhar no primeiro gol do Brasil. 

Sem Neymar, as esperanças do Brasil se dividem em alguns jogadores. Oscar, Hulk e Fred, que não têm convencido, precisam mostrar melhor futebol para ajudar a seleção. Na defesa, Julio César e David Luiz carregam as esperanças dos torcedores brasileiros.

Na Alemanha, os destaques ficam no ataque e no gol. O goleiro Neuer tem sido fundamental para a campanha da seleção europeia: no jogo contra a Argélia, ele chegou a jogar de líbero e, contra a França, fez uma ótima defesa no último minuto. E no ataque, Thomas Müller é sinônimo de perigo para o Brasil.

No histórico de confrontos, o Brasil leva grande vantagem perante a Alemanha. Em 21 jogos, foram 12 vitórias brasileiras, 4 da Alemanha e 5 empates. Na última vez que se enfrentaram deu Alemanha: 3 a 2 em amistoso realizado no ano de 2011. Em Copas do Mundo, o Brasil leva vantagem. A única vez que se enfrentaram foi na final de 2002. E deu Brasil por 2 a 0.

O juiz da partida será o mexicano Marco Rodriguez. Ele será auxiliado pelos compatriotas Marvin Torrentera e Marcos Quintero. O árbitro apitou duas partidas nesta Copa: a vitória da Bélgica sobre a Argélia por 2 a 1 e o polêmico jogo entre Itália e Uruguai; partida em que o uruguaio Luiz Suárez mordeu o italiano Chiellini.

Ficha técnica

Brasil x Alemanha

Data: 8 de julho de 2014

Horário: 17h

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Marco Rodriguez (México)

Auxiliares:  Marvin Torrentera e Marcos Quintero (México)


Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil * Com informações da Fifa

 


Rado-Hoje-as.jpg

Ouça, curta, viaje, clique aqui RÁDIO HOJE