Bombeiros fazem vistoria em mais de 1600 postos de gasolina e revendas de GLP em MG e interdita posto na região

A operação empenhou cerca de 600 bombeiros, distribuídos em todas as regionais do estado.

fuel-1596622 1280

 


Da Redação da Rede Hoje


O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), realizou no dia de nesta quinta-feira (31), a 5ª edição da Operação Alerta Vermelho em mais de 1.600 vistorias em postos de gasolina e revendas de gás GLP em todo o estado. Um posto da região foi interditado.

 

A operação empenhou cerca de 600 bombeiros, distribuídos em todas as regionais do estado. Como resultado, foram constatadas 1.204 edificações regulares, 425 irregulares ou em processo de regularização, 388 edificações notificadas, 14 foram multadas e 3 interditadas. Sobre as três interdições, 2 foram na Região Metropolitana de BH e 1 em Patos de Minas.

 

A inciativa cumpre o propósito descrito no decreto 44.476 que regulamenta a segurança contra incêndio e pânico nas edificações e áreas de risco classificadas como postos de abastecimento e serviço (G3) e locais destinados à produção, manipulação, armazenamento e distribuição de líquidos ou gases combustíveis e inflamáveis (M2).

 

HISTÓRICO. Em 2017 e 2018, de forma planejada, o Corpo de Bombeiros se pautou na premissa de disseminação da cultura de conscientização e orientação por meio da realização de 11 operações Alerta Vermelho. Nesta fase, equipes de bombeiros militares se dedicaram a vistoriar edificações, com o objetivo de esclarecer os responsáveis sobre a legislação do Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico (SSCIP).

 

Em 2019, a operação Alerta Vermelho assumiu o caráter fiscalizatório, aplicando sanções cabíveis, de acordo com os dispositivos legais, em casos de irregularidades. De janeiro até o momento, foram realizadas 5 edições da ação, sendo a última em postos de gasolina e depósitos de GLP.


 

camara ok 686x113px A-casa-e-sua Patrocinio 08102019