SAÚDE ANIMAL. Nova etapa de vacinação contra febre aftosa começou nesta sexta-feira

Aproximadamente 87 milhões de animais, durante a nova etapa de vacinação contra a febre aftosa

 longhorn-2386537 1280

O programa prevê ainda a ampliação gradual de zonas livres de febre aftosa sem vacinação no país


 Da redação da Rede Hoje 


Os criadores de bovinos e bubalinos devem vacinar aproximadamente 87 milhões de animais, durante a nova etapa de vacinação contra a febre aftosa, que se iniciou na maior parte do país, na sexta-feira (1º). Atualmente o rebanho total do país é de 216 milhões de cabeças.

 

O chefe da Divisão de Febre Aftosa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Diego Viali, explicou que esta fase de vacinação é histórica, já que será a primeira vez, desde a instituição das etapas de imunização no país, que o estado do Paraná não irá vacinar seus animais, seguindo o Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA).

 

O programa prevê ainda a ampliação gradual de zonas livres de febre aftosa sem vacinação no país. Além do Paraná, o estado de Santa Catarina, uma zona livre de febre aftosa sem vacinação desde 2007, não participa desta etapa.

 

Viali alerta os produtores sobre a importância do papel deles na vacinação, o que representa segurança para o rebanho brasileiro.

 

A maioria das unidades federativas deve vacinar animais com idade de até 24 meses, com exceção dos estados do Acre, Amapá e Espírito Santo, que precisam vacinar o rebanho de todas as idades, conforme o calendário nacional de vacinação contra a aftosa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).


hc-28022019-banner222