HOJE RURAL. Atraso da soja prejudica milho. Preço do açúcar cai. Nova variedade de feijão

MILHO. A área dedicada ao milho será menor, neste ano, no Estado do Mato Grosso. Como a colheita de soja atrasou, o plantio da safrinha, que vem logo na sequência, foi prejudicado. O Imea já fala em redução de 10 por cento, o que, com um rendimento menor das lavouras, pode representar quebra de até 20 por cento. A torcida dos produtores de milho, agora, é pra que o preço ajude a recuperar o prejuízo.

AÇÚCAR. Mesmo em época de entressafra, o preço do açúcar continua em queda. Dados do Cepea indicam que, no começo da semana, a saca de 50 quilos do cristal foi vendida a 54 reais, no mercado paulista. Baixa de quase dois por cento, na comparação com a pesquisa anterior. Com isso, apesar de ainda haver mercadoria em estoque, muita já usina saiu do mercado para pressionar os compradores.

FEIJÃO. E a Embrapa lançou a primeira variedade de feijão carioca super precoce do mercado. Ela tem ciclo na casa de dois meses, apenas. Enquanto uma semente normal demora pelo menos três meses para a maturação dos grãos. A BRS FC 104 é recomendada, por exemplo, para o plantio antecipado na época de chuvas ou no inverno, até para escapar das doenças de solo.

(Radio2)


atenas-bernoulli-21112017