VIOLÊNCIA. Em plena sexta- feira Santa, duas pessoas são mortas em tiroteio no centro de Patrocínio

Criminoso chegou armado e atingiu duas pessoas. O suspeito do crime foi morto por um policial civil que estava no local.

Fotos: Patos Notícias

bar-pol

Polícias Civil e Militar  estiveram durante a madrugado no bar, anna Av. Faria Pereira, próximo ao Catiguá 


Da redação da Rede Hoje


fabio-assassinado

Fábio estava no local se divertindo e acabou morto 

Mais uma noite violenta em Patrocínio, com um tiroteio  no início da madrugada desta sexta-feira (30/03) num bar na Avenida Faria Pereira, esquina com a Rua Expedito Dias, no Centro de Patrocínio. Em consequência, morreram duas pessoas e uma ferida na perna. Segundo a polícia, entre os mortos está o autor dos disparos. As informações são do Patos Notícias.

"Informações preliminares são que o bar estava cheio quando dois homens chegaram numa picape de cor cinza e pararam na porta do estabelecimento. O passageiro desceu e encapuzado entrou no bar, armado. Ele tentou atirar contra uma pessoa que estava dentro do estabelecimento comercial, porém o alvo dos disparos fugiu. Durante os disparos, duas pessoas foram atingidas", noticia o site. 

Segundo ainda o Patos Notícias, "um policial civil de Uberlândia que estava no bar reagiu ao crime e acabou atirou diversas vezes no intuito de interromper a ação criminosa. Mesmo baleado, o criminoso entrou na picape e evadiu pela Avenida Faria Pereira. 

Um músico de 22 anos na perna e Fábio Henrique Queiroz Silva, de 34 anos, nas costas. Testemunhas disseram que os disparos que vitimaram os dois partiram do homem encapuzado. A. Fábio chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Pronto-Socorro Municipal de Patrocínio. Já o músico foi socorrido por uma viatura da Polícia Militar.

gabril-morto-

Gabriel seria o autor dos disparos e também acabou morrendo  

Ainda de acordo com a polícia, pouco depois do fato, o jovem Gabriel Marcelino Moreira, de 17 anos, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal de Patrocínio já sem vida. Pelas câmeras de vídeo monitoramento do estabelecimento comercial, os policiais identificaram que Gabriel seria o criminoso que chegou no bar e efetuou os disparos. 

A perícia da Polícia Civil esteve no local para apurar os fatos. O policial civil se apresentou espontaneamente na Delegacia de Polícia Civil. Os corpos foram encaminhados para o IML – Instituto Médico Legal de Patrocínio. A Polícia Militar faz rastreamentos para tentar localizar o veículo usado no crime, bem como o motorista da ação criminosa. Esta é a 11ª morte violenta registrada na cidade em 2018.  

A vítima de homicídio tentado que seria alvo dos disparos não foi atingido. Ele tem 19 anos e possui passagens por apologia ao crime, porte ilegal de arma de fogo, direção perigosa, roubo, furto, uso e consumo de drogas, duas por tráfico de drogas e uma desobediência. Já o menor infrator que veio a óbito tem passagens por cinco ocorrências de trafico de drogas e uma por roubo", conclui o Patos Notícias.

Fonte: Reportagem e fotos de Igor Nunes do Patos Notícias


camara 450x108px 27032018