HISTÓRIA. Na Semana Nacional de Museus em Patrocínio, inauguração do Memorial do Café

 Iniciativa é uma parceria entre Secretaria Municipal de Cultura, Acarpa, Expocaccer e Federação dos Cafeicultores do Cerrado.

 Arte: Divulgação/ Expocaccer

expocacccer

 


Da redação da Rede Hoje


O Projeto Memorial do Café será inaugurado nesta segunda-feira, dia 14, às 19h, durante a abertura da 16ª Semana de Museus, na Casa da Cultura – Museu Professor Hugo Machado da Silveira. O objetivo é valorizar o café em Patrocínio, maior município produtor do grão no país.

 

O projeto reuniu as entidades ligadas diretamente ao café no município: Acarpa (Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio), Expocaccer e Federação dos Cafeicultores do Cerrado; juntamente com a Secretaria Municipal de Cultura.

 

A exposição. A exposição apresenta o início da cafeicultura em Patrocínio, o fortalecimento dos cafeicultores por meio de entidades, as conquistas, os processos de cultivo até a exportação. Nela, os conhecimentos dos visitantes sobre o café através da leitura de QR Codes por smartphones, seguindo a proposta da Semana de Museus de conexão, no tema da 16ª Semana de Museus: “Museus Hiperconectados – Novos Públicos, novas abordagens”.

 

Valorizar o café. Com 18 placas de 2 metros de altura e 1 metro de largura, um resumo da saga do café em Patrocínio será contada aos visitantes que poderão conferir o Memorial em uma das salas principais do Museu durante o mês de maio.

 

Após este período, a exposição segue para uma sala exclusiva para o Café, na qual ficará permanentemente como forma de valorizar o trabalho realizado pelos cafeicultores na cidade, enaltecer a qualidade do café produzido em Patrocínio, bem como o seu reconhecimento mundial.

 

A exposição será itinerante nos eventos ligados ao café ou aqueles em que haja interesse de se ter o material. Isso fará com que o conhecimento sobre o café em Patrocínio seja o mais abrangente possível.

 

Além do Memorial, é possível também conhecer mais sobre a história do café em Patrocínio por vídeos, fotos e objetos relacionados à cafeicultura.

 

Programação. No segundo dia da exposição, 15, será promovido um curso de preparo de café com a gestora da Dulcerrado, Poliana Gonçalves, às 18h, na Esplanada do Museu. Em seguida, haverá uma palestra com o cafeicultor Osmar Nunes Júnior, sobre a conexão que seu café estabeleceu com o mundo, sobretudo após vencer o maior concurso de cafés especiais e alcançar o feito histórico de ter produzido o café mais caro do mundo.

 

A programação é gratuita e mais informações podem ser obtidas nas entidades participantes e também no Museu Hugo Machado da Silveira (3831-1812).


camara 450x108px 27032018