LINHA AÉREA. Depois de 50 anos, Patrocínio tem, de novo, uma linha comercial aérea

Nos anos 1950 e 1960, Patrocínio tinha uma linha aérea  que funcionava no antigo campo de aviação

Foto: Asscom|PMP 

 

via-area

  O primeiro voo comercial de passageiros em Patrocínio em mais de 50 anos, aconteceu nesta segunda-feira, 20

 


Da redação da Rede Hoje


 

Depois de 50 anos, Patrocínio volta a ter linha aérea regular, desde a manhã dessa segunda-feira (20). No aeroporto “José Francisco de Queiroz”, às 11h15, aterrizou uma aeronave Cessna Grand Caravan 208 B, operada pela empresa TWO-Flex, marcando o momento. As aeronaves transportam até nove passageiros e o valor das passagens varia de R$ 120 a R$ 570, conforme o trecho escolhido. 

 

A linha áerea faz parte do programa "Voe Minas Gerais" (Projeto de Integração Regional – Modal Aéreo) desenvolvidos pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP). A iniciativa atente a vários setores - especialmente o econômico - da cidade.

 

Há mais de 50 anos. Nos anos 1950 e 1960, Patrocínio tinha uma linha aérea que funcionava no antigo campo de aviação - que funcionava no então final da Av Faria Pereira. O serviço era precário, mas atendia à codade. Naquele momento se justificava porque não havia estradas asfaltadas e muita gente preferia o trajeto, especialmente com Belo Horizonte, de avião. A cidade chegou a manter um aero clube, para treinar pilotos. Com o tempo, o aparecimento de estradas asfaltadas e o custo elevado do transporte aéreo, o serviço parou de ser prestado. Agora, volta com uma outra perspectiva.  

 

Os voos comerciais ligam o município às cidades de Araxá, Patos de Minas, Paracatu e Belo Horizonte. Vários empresários e representantes de entidades compareceram à cerimônia do voo inaugural e destacaram a importância disso e o esforço do Governo Municipal para que se tornasse realidade.

 

Demanda reprimida. Maurício Cunha, ex-presidente da ACIP, destacou que desde 2013 a entidade, junto com a CDL e outras do setor produtivo tem feito campanhas concistentes na busca da implantação da linha."Nós encomendados uma pesquisa há seis anos, que indindicava uma demanda mensal de 330 passageiros, ou seja, uma média diária de 10 a 12 pessoas mostravam interesse em viagens nas agências de Patrocínio, sem contar os que buscavam agências em Uberlandia e Uberaba", disse 

 

O prefeito Deiró Marra disse que “nos últimos meses foram investidos cerca de 7 milhões de reais em obras no Aeroporto Municipal. Hoje tivemos um passageiro embarcando para Belo Horizonte, mas acreditamos que com o aumento gradual da demanda de passageiros a atual operadora dos voos deve aumentar o tamanho dos aviões e acreditamos no interesse de outras companhias em também operar no aeroporto municipal”, apostou.

 

Obras.  Para viabilizar os voos comerciais na cidade, o Governo Municipal fez investimentos na melhoria do Aeroporto Municipal, com pavimentação asfáltica, drenagem da pista de pouso e taxiamento, além do pátio de aeronaves, terraplenagem do acostamento da pista, reforma do terminal de passageiros, obras da Seção Contra Incêndio e balizamento noturno.

 

Assista a reportagem da TV Hoje sobre o tema: 

 

 

 


tv-hoje-banner-686x113