GOLPE. Estelionatários aplicam golpe do bilhete premiado e levam mais de 40 mil de idosa em Patrocínio

jewel-box-2686608 640


Redação da Rede Hoje


Nesta quinta-feira, por volta das 10h da manhã, na Rua Jacob Marra cruzamento com a Rua Teodoro Goncalves uma idosa, foi vítima do "golpe do bilhete premiado". Pela perícia que apresentaram o casal de bandidos especializados  fizeram a vítima pensar que tinha ganho 8 milhões de reais e levaram mais de 40 mil reais em dinheiro e joias.

Ela retornava a pé para sua residência momento em que foi abordada por uma mulher com cerca de 50 anos de idade, dizendo que era moradora da Zona Rural e não conhecia bem a cidade, e que tinha uma rifa premiada, mas não sabia onde receber a premiação e solicitou a ajuda da vítima para encontrar o local. Nesse momento um homem magro que aparentava ter 40 anos de idade,e  carregando uma pasta de cor preta, se aproximou das duas e participou da conversa, pedindo para examinar a rifa. 

O homem afirmou que a rifa se tratava de um bilhete da Loteria Federal e que o premio era de oito milhões de reais e informou que seria necessário ir gerente da Caixa Federal para provar que bilhete era válido. Se prontificou a ajudar a mulher conseguir sua premiação. Ele abriu a pasta que carregava e mostrou uma grande quantia em dinheiro e se ofereceu para validar o bilhete e pediu que a vítima também ajudasse. 

A mulher prometeu que pela ajuda daria 10% do prêmio para a vítima. Ela então deslocou em seu veículo levando os dois indivíduos até a Caixa, onde sacou dois mil reais em dinheiro. 

O homem informou que a quantia não seria o suficiente, então eles deslocaram até a residência da vítima. Ela pegou sua caixa de joias, avaliadas em R$ 30 mil reais, uma caixa  com 60 Euros em dinheiro e entregou aos bandidos. Em seguida, os golpistas solicitaram os dois anéis que a vítima usava, avaliados em R$ 5 mil reais e ela entregou. 

Depois, os dois autores tomaram rumo ignorado, não sendo mais avistados pela vítima, que informou que nunca havia visto os dois autores antes.

Segue rastreamentos no intuito de localizar os autores, porém, até o momento, eles não foram localizados e nem os bens recuperados. 


bellaforma 31012019