Sete pessoas morrem em acidente em Goiás e duas vítimas são de Patrocínio

(Foto: Reprodução / Mais Goiás)

Sete pessoas morreram após um acidente envolvendo dois carros de passeio na BR-452, em Rio Verde (GO), na tarde de sábado (16/08). Duas das vítimas estavam em um carro com placa de Patrocínio.

Segundo informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), após saírem da pista, os dois veículos, ambos Fiat Uno, caíram em córrego às margens da rodovia.

De acordo com a PRF, um dos carros, com placas de Montividiu (GO), levava um homem e quatro mulheres da mesma família, enquanto o outro, de Patrocínio, seguia viagem com um casal. As circunstâncias do acidente não foram divulgadas.

A PRF informou que dois corpos foram encontrados fora do carro. Os outros cinco precisaram ser retirados das ferragens pelo Corpo de Bombeiros.

Nelson Roseto, de 74, sua esposa, Geralda Neves Freitas, de 69 anos, e as três filhas do casal; Nair Freitas Arraes de Sousa, de 42 anos, Aparecida Freitas Arraes, de 30 anos, e Nazira Freitas Arraes Ramos, de 49 anos, estavam no Fiat Uno. Todos moravam em Montividiu e retornavam do Estado de São Paulo.

Carlos Luciano Moraes da Silva, de 39 anos, e Ailda Maria Pereira, de 38 anos, estavam no outro veículo, com placa de Patrocínio.

Após o resgate, todas as vítimas foram levadas para o IML (Instituto Médico Legal) de Rio Verde.

(Com informações e fotos do Mais Goiás)


Bombeiros apagam incêndio às
margens da BR-365 e fogo queima dois hectares

Um incêndio foi registrado às margens da BR-365, altura do km 461, provocando muita fumaça e trazendo perigo a quem passasse na rodovia. Com uso de água e abafadores, o Corpo de Bombeiros de Patrocínio apagou as chamas que queimaram cerca de dois hectares.

Pastagem - Neste domingo (17), mais um incêndio na BR-365, desta vez cerca de 30 quilômetros de distância do anterior, no km 490. O fogo estava em uma pastagem próximo a uma antena de transmissão de uma emissora de rádio da cidade. O fogo queimou aproximadamente 1 hectare às margens da rodovia. O trabalho dos bombeiros durou aproximadamente três horas.

(Rádio Rainha da Paz)