Polêmica: comercio quer tolerância até inicio da Zona Azul, Secretaria de Trânsito diz que vai cumprir a lei

Foto: Jânio Luiz - Patrocinio Agora

fotoDa redação da Rede Hoje

Os agentes de trânsito já estão aplicando multa para estacionamento irregular(foto)

O comerciante tem reclamado que nem começou ainda o transito rotativo – a chamada zona azul – na cidade e os agentes de trânsito da Prefeitura já estão aplicando multas. O secretário municipal de Transito, João Cláudio de Vasconcelos diz que segue o Código Brasileiro de Transito e vai continuar o trabalho normalmente. 

O presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Patrocínio, Marcos Valério Jacinto, disse que há uma enxurrada de reclamações na entidade e que os dois lados tem razão. Mas, salienta que “foi combinado que a aplicação da Lei seria feita depois de uma conscientização da população”. Segundo ele, as autoridades municipais se comprometeram a fazer primeiro a orientação, depois, sim, multar. 

O secretário de Transito por sua vez diz que não pode negligenciar a Lei. “Desde quatro de agosto temos orientado os motoristas das questões de estacionamento, principalmente”, diz. Com a municipalização do trânsito em Patrocínio agentes de monitoramento, fiscais, foram contratados treinados e iniciaram a fiscalização, inclusive com a autuação de motoristas devido a algumas infrações cometidas, principalmente no hipercentro da cidade. 

Marcos Valério Jacinto disse não ser contra o trabalho de fiscalização, mas lembrou que foi feito acordo de que quando ocorresse a municipalização do trânsito, antes do início das autuações seria feita uma comunicação pelo município, o que segundo ele não aconteceu. 

João Cláudio de Vasconcelos diz que não há critério dos motoristas. “Eles param em vagas destinada a idosos, na frente de garagens, carga e descarga, sobre faixas de pedestres, avançam de semáforos” disse, e citou até o caso do estacionamento exclusivo de áreas prioritárias como a de descarga de oxigênio da Santa Casa, que os motoristas não respeitam. 

Segundo o secretário não há acordo para a conivência e os agentes de trânsito receberam a determinação para cumprir a lei. “Se o motorista é habilitado ele sabe o que é permitido ou não, então vamos aplicar o Código Brasileiro de Transito”, disse.  

Estão sendo autuados veículos que estacionam em locais inadequados, parados sobre faixas de pedestres, avanço de semáforos e por outras infrações. Os fiscais só não estão multando, ainda, segundo informações, pelo uso do celular ao volante e a não utilização do cinto de segurança.


Expresso União (inicial)