Morador de Patrocínio é acusado de arrombamentos em várias cidades mineiras

A Polícia Civil de Patrocínio trabalhou em parceria com a Polícia Civil de Formiga (MG) e um homem de 30 anos de idade, que é natural de Uberlândia (MG), mas já há muito tempo morador de Patrocínio, é acusado de fazer parte de uma quadrilha especializada no furto de lojas de roupas e calçados.

O homem é técnico em eletricidade e usava seus conhecimentos para driblar a segurança das lojas, desligando alarmes e cercas elétricas. A Polícia Civil de Formiga vinha investigando o caso há cerca de seis meses. Nesta quarta-feira (3), com um mandado de busca e apreensão, os investigadores das duas cidades foram até o endereço do suspeito no bairro Morada Nova em Patrocínio. Na casa foi encontrada grande quantidade de bonés, tênis, TV, relógios, óculos e outros acessórios — tudo material de grife. O acusado não estava em casa, mas a mulher dele foi presa e levada para a Delegacia de Polícia de Patrocínio e depois seria levada para a Delegacia de Formiga.

O inspetor Roberto Lopes, da Polícia Civil de Patrocínio, estima que o prejuízo para os comerciantes possa chegar a R$ 1 milhão. Já se sabe que foram arrombadas lojas de roupas e calçados em Patrocínio, Formiga, Piumhi (MG) e Luz (MG). Ele foi identificado pelas câmeras de segurança de um lojista de Formiga e de outras cidades.

O autor usava uma caminhonete branca para transportar a mercadoria furtada. Só em Formiga teriam sido pelo menos oito arrombamentos. A Polícia Civil segue tentando encontra-lo para prender o suspeito. O homem tem histórico policial já foi condenado em Patrocínio por furto. A investigação segue para se chegar a outros integrantes da quadrilha.

(Rádio Rainha da Paz)

Unicerp