Suspeito de destruir imagens de igreja em Sacramento cumprirá medidas domiciliares

A 1ª vara de Sacramento, através da 4ª Câmara de Justiça do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), expediu nesta quinta-feira (11) habeas corpus parcial para o jovem suspeito de destruir imagens de santos na igreja de Nossa Senhora do Patrocínio do Santíssimo Sacramento, em julho. Desde o ocorrido, o suspeito estava detido na cidade. A soltura do jovem coincidiu com uma audiência do caso que foi realizada ontem.

Segundo o escrivão Ivan Rosa Gomes, o recurso isenta o réu do pagamento da fiança de mais de R$ 72 mil, mas estabelece determinações de restrição de liberdade: ele terá que ficar em casa após 19h e também nos finais de semana e feriados. O promotor do caso disse que o jovem voltou atrás com relação ao depoimento anterior em que afirmou que “o crime deixaria a igreja mais forte”. Desta vez, ele negou que tenha praticado o ato, disse que simplesmente estava lá para ver as obras.

As oito imagens de santos e parte do mobiliário da paróquia em Sacramento foram destruídos pelo jovem de 20 anos no dia 16 de julho. Entre as imagens está a de Nossa Senhora do Patrocínio do Santíssimo Sacramento, tombada pelo Patrimônio Histórico e que aguardava a data de coroação no Vaticano. As imagens estão sendo restauradas em Uberlândia e a previsão é de fiquem prontas em novembro. O rapaz fugiu, mas depois foi preso. Na ocasião ele afirmou ser evangélico, mas não disse a qual igreja pertencia.

(Com G1)

Bella Forma