O tema foi reforçado pela nova diretoria para encontrar uma saída e a associação não fique sem sua sede

Foto: Asscom|PMP


Sede da Acarpa que deve ser desocupada até a próxima segunda-feira

Da redação da Rede Hoje
O novo presidente da Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio — Acarpa, Oswaldo Aparecido Ninin, que tomou posse na quinta-feira, 29 de abril, encara o desafio de uma ação de despejo que a entidade tem que cumprir até dia 10, a próxima segunda-feira. 

Desde a última sexta-feira, esse tema está sendo reforçado para encontrar uma saída e a associação não fique sem sua sede. O presidente eleito disse que partir de agora estarão se reunindo para definição dessa questão.

ENTENDA O CASO. Construído num terreno com área de 2.154,90m² na esquina da Avenida João Alves do Nascimento com a Rua Marechal Floriano pelo antigo Instituto Brasileiro do Cafe(IBC) e foi ocupada depois da extinção do IBC pela Acarapa. No final de 2018, o terreno foi adquirido pela municipalidade. Segundo o decreto do Governo Municipal, o local seria utilizado para instalação do Centro de Triagem Médica de Pacientes com Sintomas da COVID-19, pela Secretaria Municipal de Saúde. A Associação do Cafeicultores de Patrocínio, fundada há mais de 30 anos, ainda procura uma solução para o problema.


Nini — terceiro à direita — e companheiros da nova diretoria

Além desse pepino, Ninin quer aumentar o volume da oferta de serviços aos cafeicultores associados para mantê-los e atrair outros para a entidade. O objetivo é resgatar o quadro social da associação.

No discurso de posse, Osvaldo Aparecido Ninin, falou que a expectativa é imitar seus antecessores no trabalho que foi desenvolvido, que está motivado em trabalhar. Disse ainda que precisam pensar na sobrevivência e estruturação da entidade e o trabalho será de maior aproximação dos cafeicultores com aumento do quadro de associados.

O novo presidente também conclamou a todos os produtores para que estejam mais próximos e utilizem todos os serviços oferecidos pela ACARPA. Sobre a sede, foi posicionado que partir de agora estarão se reunindo para definição dessa questão.

Para tanto, a Acarpa conta com sua nova diretoria eleita para o biênio 2021/2023, que além do produtor Oswaldo Aparecido Ninin, tem Francisco Souza Guimaraes no cargo de vice-presidente; Jordana Tacila Almeida e Conti e Sônia Farinha Lopes Fernandes, diretoras administrativas; José Carlos Grossi Segundo e José Lucas Aguiar Siqueira, diretores financeiros
.

Fotos: Ginny Porto|Acarpa

Membros da nova diretoria executiva da Acarpa

A diretoria eleita para o biênio 2021/2023 é a seguinte:
Presidente - Osvaldo Aparecido Ninin
Vice-Presidente - Francisco Souza Guimarães
Diretora Administrativa - Jordana Tacila Almeida e Conti
Diretora Administrativa - Sônia Farinha Lopes Fernandes
Diretor Financeiro José Carlos Grossi Segundo
Diretor Financeiro José Lucas Aguiar Siqueira

CONSELHO DIRETOR

Alisson Rivelini
Almir Aparecido Jordan Colombo
Álvaro Novaes Costa
Dilam Gonçalves de Abreu
Eneas Ferreira de Aguiar Neto
Frederico de Queiroz Elias
Gabriel Alves Nunes
Gustavo Caixeta Ribeiro
João Batista Romão
José Carlos Grossi
Luciano dos Reis Guimarães
Marcelo Queiroz
Nikolas de Queiroz Elias
Osmar Pereira Nunes Junior
Renato Queiroz Teixeira
Shiguekazu Karasawa
Virginia Coutinho Aguiar Siqueira