No livro a autora conta que descobriu um câncer em 2009, o sofrimento do tratamento até encontrar a cura

Mônica é atualmente presidente do Silvano Futebol Clube e se dedica aos trabalhos sociais Foto: acervo pessoal.

Da Redação da Rede Hoje

A escritora Mônica Damasceno lança, no próximo dia 10 de fevereiro, o livro “Recomeço ou Renascimento?”. A obra será lançada no auditório das ACIP|CDL, às 19h30. O livro é uma autobiografia cuja inspiração está contada no capítulo VII, “O Inesperado”. E os relatos são fortes e comoventes.

Mônica Damascena recebeu o diagnóstico de câncer — em setembro 2009 — fez tratamento em Barretos, SP, e hoje está curada. Ele explica que “escrever minha história é uma das maneiras que encontrei de poder alcançar mais pessoas, levando minha experiência para aqueles que podem estar passando pelo que um dia passei”, garante.

Mônica diz que depois de passar pelos processos de exames, quimioterapias, radioterapias e cirurgias, “recebi a uma benção de Deus, a cura, seguida de alta total, do Hospital Pio XII de Barretos”, comemora.

No decorrer do tratamento, mesmo tendo ficado muito debilitada, ainda encontrava forças para auxiliar parentes e amigos — com o mesmo problema — em Barretos e em Patrocínio”, conta.


TÍTULO
. De início o título do livro seria “O recomeço”, uma vez que precisou recomeçar várias vezes. “Mas, de repente, percebi que passei pelo processo de renascimento. Portanto, é como orgulho, fé e superação que apresento minha história a partir dos seis anos de idade em “Recomeço ou Renascimento?”, explica.

Na noite de autógrafos alguns livros serão doados para o Hospital do câncer de Patrocino, Biblioteca Pública do Município, Biblioteca do Unicerp.

Mônica Cristina de Jesus Damascena é patrocinense, bacharel em Direito pelo Unicerp e cursou MBA em Administração Pública na faculdade do ISLA, Santarém, Portugal. Viveu sua infância na comunidade rural de Córrego da Mata, no município de Patrocínio, MG. É presidente do Silvano Futebol Clube — da comunidade de Silvano — que é sua paixão desde criança e dedica se aos trabalhos sociais.