Os contratos assinados nesta quinta-feira e o produtor que pode optar pela instituição financeira do seu interesse.



Os recursos são destinados para recuperação dos cafezais atingidos pela seca e geada. Foto: Rede Hoje |Arquivo



Da redação da Rede Hoje

Foram publicados no Diário Oficial da União (DOU), nesta sexta-feira, 12/11, os extratos de contrato de dez agentes financeiros que solicitaram recursos para operar a linha de crédito do Fundo em Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) destinada para recuperação dos cafezais atingidos pela seca e geada. Os contratos foram assinados na quinta-feira, 11/11, e estarão disponíveis ao produtor que pode optar pela instituição financeira que vai operar com esses recursos.

Dentre as instituições que já contrataram os recursos estão as cooperativas de crédito Sicoob Agrocredi, Sicoob Coopacredi, Sicoob Credialp e Sicoob Credivar. Além dessas, os bancos Sicoob S/A, Banco Ribeirão Preto, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e BRDE também constam na lista. “O Funcafé tem apresentado sucessivos orçamentos recordes, tendo mais recursos à disposição dos cafeicultores e de seus bancos cooperativos, além de cooperativas de crédito. Essas instituições facilitam a tomada de crédito por parte do pequeno produtor. Por isso, o Funcafé é primordial para a sustentabilidade da cafeicultura brasileira”, avalia Silas Brasileiro, presidente do Conselho Nacional do Café (CNC).

Veja abaixo: os agentes que já estão aptos a operarem a linha de crédito para recuperação de cafezais danificados.