Deputados vão à Seapa nesta quinta (23) definir prazos de envio de dados à ALMG para análise do Fiscaliza Mais.

Tendo no queijo um de seus destaques, agricultura familiar terá monitoramento - Arquivo ALMG Tendo no queijo um de seus destaques, agricultura familiar terá monitoramento - Arquivo ALMG - Foto:Luiz Santana

Da redação da Rede Hoje

O Fiscaliza Mais, programa que monitora ações do Executivo, a Comissão de Agropecuária e Agroindústira, da Assembleia Legislativa de Minas, visita nesta quinta-feira (23/6/22), a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). O objetivo é apresentar o plano de trabalho que a comissão adotará na fiscalização de atividades da Seapa e definir os prazos para encaminhamento de relatórios de acompanhamento orçamentário.

Iniciativa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o Fiscaliza Mais atua analisando indicadores que permitam aferir os resultados e a efetividade das ações do Estado em prol dos cidadãos. No caso, a comissão definiu o acompanhamento das políticas para a agricultura familiar como escopo de seu trabalho de monitoramento intensivo.

O encontro na Seapa será no Edifício Gerais (10º andar, sala 6) da Cidade Administrativa em Belo Horizonte (Rodovia Papa João Paulo II, 4.001, Bairro Serra Verde) e contará com a participação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater-MG), da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Minas vive hoje o apogeu da agricultura e da pecuária, com destaque para o pequeno e médio produtor. Ou seja, a agricultura familiar é muito forte no Estado e temos que trabalhar por ela, fazendo com que o Estado tenha uma política de atendimento a esse segmento”, destaca o presidente da comissão, deputado Delegado Heli Grilo (União), sobre o tema definido para o monitoramento este ano.

Ele assina o requerimento da visita juntamente com os demais deputados da comissão, sendo eles Coronel Henrique (PL), vice-presidente; Betinho Pinto Coelho (PV), Gustavo Santana (PL) e Inácio Franco (PV).

Apoio aos pequenos produtores será verificado

A visita à Seapa, segundo o parlamentar, é para acompanhar e analisar se as ações para a agricultura familiar estão dando certo. “Sabemos que a secretaria às vezes vai ter que confrontar com a Secretaria de Meio Ambiente para poder atender o setor produtivo. Mas acho que a missão dela é auxiliar e muito o produtor, que tem mantido a produção em alta escala em Minas Gerais”, pontua o presidente.

Delegado Heli Grilo ainda observa que o pequeno agricultor é essencial em várias atividades, como, por exemplo, na produção de queijo artesanal e de leite.

Temos hoje aproximadamente 25 mil queijarias no Estado, e são os pequenos e médios que muitas vezes não têm onde colocar o seu leite e que fazem o queijo, que dá um lucro melhor”, considerou, afirmando, ainda, que Minas responde por 27% da produção nacional de leite e que no Estado 15% dessa produção está nas mãos de agricultores familiares.

Sobre o estímulo ao segmento, ele defende ações como por exemplo a volta de produtos como o leite ao cardápio da merenda escolar.

FISCALIZA MAIS

O Fiscaliza Mais veio para aprimorar o Assembleia Fiscaliza, iniciativa da ALMG em que o Parlamento mineiro promove reuniões na Casa com representantes do Poder Executivo para acompanhar e fiscalizar a atuação do governo, momento em que gestores públicos prestam contas das ações de suas respectivas pastas.

No último trimestre do ano, as comissões vão divulgar um relatório das suas atividades de fiscalização, subsidiando nos anos seguintes os ciclos do Assembleia Fiscaliza.

Fonte: Assessoria ALEMG